Condoleezza Rice

Conselheira política norte-americana, nascida a 14 de novembro de 1954, em Birmingham, no estado do Alabama.
Na sua juventude estudou música, mas aos 19 anos formou-se em Ciências Políticas na Universidade de Denver, tendo feito posteriormente o doutoramento na Universidade de Notre Dame.
Em 1987, graças a uma bolsa que ganhou, foi trabalhar como assistente especial dos chefes militares das Forças Conjuntas Norte-Americanas (que respondem diretamente ao presidente), ficando encarregue da política nuclear estratégica. Entre 1989 e 1991, durante a reunificação alemã e no final da União Soviética, trabalhou na Administração do presidente George Bush. Tornou-se então conselheira do presidente norte-americano para assuntos relacionados com a ex-União Soviética e com a Europa de Leste.
Entretanto, já desde 1981 Condoleezza Rice lecionava Ciências Políticas na Universidade de Stanford. Nesta instituição foi diretora académica e financeira, o que aconteceu pela primeira vez com uma mulher na história da conceituada universidade.
Ainda durante o período que esteve em Stanford escreveu três livros, dois sobre a União Soviética e o terceiro sobre a Nova Ordem Mundial. Paralelamente, especializou-se em questões de segurança e passou a integrar o Centro para Segurança Internacional e Controlo de Armas.
Em 1997 trabalhou na Comissão Federal de Aconselhamento de treinos militares.
Enquanto professora, Rice ganhou dois importantes prémios para docentes, em 1984 o Walter J. Gores Award e em 1993 o School of Humanities and Sciences Dean's Award. Ambos destacaram as suas qualidades como professora.
Rice também trabalhou em diversas empresas, tendo integrado as direções da petrolífera Chevron e da Hewlett Packard, entre outras.
Deixou a universidade em 2000 quando George W. Bush, recém-eleito presidente dos Estados Unidos da América, a escolheu para sua assessora. Em janeiro de 2001 foi nomeada Conselheira Nacional de Segurança, principalmente com o intuito de estabelecer a ponte entre Dick Cheney e Donald Rumsfeld (pertencentes ao denominado grupo dos "falcões") e Colin Powel (da fação das "pombas").
Como referenciar: Condoleezza Rice in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 10:48:02]. Disponível na Internet: