Constantino II

Imperador romano do Ocidente (317 d. C.-340 d. C.), reinou entre 337 e 340. Pertencia à Casa de Constantino, do qual era o filho mais velho. Acabou assassinado por seu irmão Constante. Era cristão convicto, mas um governante com poucas marcas de reinado.
Filho de Constantino e de Fausta, Flávio Cláudio Constantino nasceu em Arles (sul de França) em 317, tendo sido proclamado César pouco depois, sendo ainda criança. Viveu em Trier, no palácio imperial desta cidade renana, e depois da morte de seu pai, em 337, foi governador, sucessivamente, da Bretanha (Inglaterra), da Gália e da Hispânia (Península Ibérica). Controlava ainda o seu irmão mais novo, Constante, que governava a Itália, a África e o Ilírico (aproximadamente, o litoral da antiga Jugoslávia), para além de Constâncio II, que governava o Oriente. Em 340 invadiu a Itália para derrubar o seu irmão Constante, mas acabou derrotado e de imediato assassinado por este. Era um cristão inflexível e ortodoxo (não no conceito atual, antes como oposto à heterodoxia, semente da heresia), tendo protegido S. Atanásio.
Como referenciar: Constantino II in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 21:38:00]. Disponível na Internet: