Convento de Alpendurada

Convento Beneditino, situa-se na freguesia de Alpendurada e Matos, no concelho de Marco de Canaveses, entre os rios Tâmega e Douro. Anterior à fundação da nacionalidade, data da primeira metade do século XI. Foi um convento importante na época de D. Afonso Henriques que lhe concedeu coutos e honras. Um dos locais mais importantes na época era a biblioteca, onde se guardavam documentos importantes do reino.
Após várias fases de restauro, chegou ao século XXI conservado, mantendo o traço original de construção, com pedras seculares, e com um espólio riquíssimo que marca a passagem dos séculos. Para além do convento, existem também quinze casas restauradas, originalmente construídas pelos beneditinos.
Transformado em estância turística, o convento possui salões de influência árabe e romana, azulejaria, mobiliário e lustres dos séculos XVII e XVIII, uma coleção de coches raros restaurados e um gigantesco forno a lenha, com cerca de três metros de profundidade e dois de altura. As antigas celas, dormitórios dos frades beneditinos, com bancos de pedra junto às janelas, foram transformadas em quartos de hóspedes.
No amplo terreno que o rodeia o convento existem, para além da paisagem natural, circuitos de manutenção, piscinas, campos de ténis e uma praia fluvial.
Como referenciar: Convento de Alpendurada in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-06-06 12:58:20]. Disponível na Internet: