Convento de S. Francisco (Horta)

Situado na ilha açoriana do Faial, o atual Convento de S. Francisco da cidade da Horta é o terceiro cenóbio edificado, após os dois outros anteriores terem sido destruídos pela fúria de corsários ingleses e pelas vagas do mar. No entanto, este novo convento não esteve isento de destruições, já que as suas dependências monásticas foram alvo de um incêndio no ano de 1899. Este edifício religioso do século XVII seria custeado pelas esmolas recolhidas, revelando na sua estruturação a lição tardia da arquitetura maneirista.
Marcada pela denominada linguagem austera e solene do "Estilo Chão", a imensa fachada do cenóbio franciscano da Horta apresenta apenas uma torre sineira, o que cria uma assimetria estrutural da frontaria. Esta torre quadrangular de quatro pisos é rematada por frontão com nicho e terminado por concha.
A frontaria é repartida em três corpos por longas pilastras de cantaria, sendo o axial de maiores proporções. O piso térreo é ritmado por largos arcos de volta perfeita, gradeados e que formam o átrio correspondente do coro alto. Quatro janelões rasgam-se no segundo piso, enquanto o terceiro apresenta, no pano central, duas janelas de frontão curvo ladeando um brasão real; nos panos laterais inscrevem-se ornamentais composições losangulares. A cimalha é rematada por dinâmica composição de linhas contracurvadas e frontão central moldurado por linhas em "S". O interior apresenta um corpo repartido por três naves, marcados por elevados pilares sustentando arcaria de vão pleno. As paredes laterais são enriquecidas por oito capelas com retábulos de talha dourada.
Contudo, a mais aparatosa composição de talha dourada submerge, na sua quase totalidade, a capela-mor. Antecede-a um arco triunfal, com o fecho ornado pelas armas do patrocinador da ousia, o abastado comerciante Simão Luís Carolo e que se encontra sepultado nas lajes próximas do altar-mor. Plenamente revestida com molduras de talha dourada é a abóbada de caixotões, no centro dos quais estão 25 pinturas da Virgem Maria. Na parte superior das paredes laterais encontram-se três outras telas pintadas. Abaixo destas corre um silhar de azulejos setecentistas ilustrando episódios da vida de S. Francisco de Assis. O fundo da capela-mor é fechado pelo exuberante retábulo barroco.
A sacristia é um espaço coberto por uma bela abóbada pintada, contendo o valioso espólio do Museu de Arte Sacra desta igreja, formado por peças de mobiliário em madeiras exóticas, um enorme arcaz bem torneado, sobre o qual se expõem diversas esculturas sagradas, obras de diferentes tempos artísticos.
Como referenciar: Convento de S. Francisco (Horta) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-21 09:16:34]. Disponível na Internet: