Conversa da Treta

Peça teatral criada por José Fanha e estreada no Auditório Carlos Paredes, Lisboa, em 1997. Foi encenada e interpretada por António Feio e José Pedro Gomes, com cenário e figurinos de António Jorge Gonçalves, música de Manuel Faria e desenho de luz de João Paulo Xavier. Zezé e Toni são dois amigos que encetam diálogos do quotidiano onde fazem as mais variadas considerações sobre temas como a política, o futebol, o casamento, o sexo, os seus sucessos e insucessos pessoais, ao mesmo tempo que vão reproduzindo com humor os tiques das personagens que criticam.
Enorme sucesso de público, a peça passou depois para o Teatro Villaret e iniciou digressões pelo país, sempre com lotações esgotadas. Por esse facto, acabou por ser adaptada à televisão e à rádio, surgindo depois uma sequela - A Treta Continua - com textos de Eduardo Madeira, Filipe Homem Fonseca e Rui Cardoso Martins.
Como referenciar: Conversa da Treta in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-14 11:07:23]. Disponível na Internet: