Corpo Ausente

Coletânea de narrativas, publicada em 1961, que inaugura uma nova fase da obra ficcional de Mário Braga, consagrando a "análise das contradições nas quais se debate o homem contemporâneo em resposta a uma realidade que o traumatiza" (da lombada). Conjugando a análise psicológica com a intenção social e com a evocação de ambientes citadinos, as cinco novelas têm em comum a observação, num registo realista minado por uma experiência emotiva da vida, da ação da conjuntura social ou da herança familiar sobre o comportamento individual.
Como referenciar: Corpo Ausente in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-17 15:36:11]. Disponível na Internet: