Crise do Modelo de Crescimento do Pós-II Guerra

Com o abalo mundial causado pela devastação da Segunda Grande Guerra foi necessário criar uma série de mecanismos que permitissem uma recuperação económica a nível internacional, tendo-se para tal reunido 44 nações na conferência de Bretton Woods (1944, New Hampshire). A longo prazo, contudo, o modelo que daqui resultou acabou por ser ruinoso, com a perda da primazia comercial americana.
De 1 a 22 de julho de 1944 realizou-se em Bretton Woods (New Hampshire, EUA) uma conferência em que participaram 44 países, onde se elaborou uma política económica para ser aplicada internacionalmente durante os subsequentes trinta anos, política esta que permitiria uma recuperação e estabilidade financeira e comercial das diferentes nações. Acabou por ser colocado em prática um compromisso entre os dois planos apresentados, um dos EUA, o "Plano White", que está na base da criação do Fundo Monetário Internacional (para o qual contribuem as reservas de cada nação e cujos fundos são equitativos ao ouro em termos de valor, criando uma unidade própria, sendo que os tipos de câmbio com esta unidade são decididos e alterados, quando necessário, pela entidade gestora, consoante o caso de cada país), e outro, chamado "Plano Keynes", visava a criação de uma União Internacional de Pagamentos, que previa o gasto de cada país em importações equivalente ao de exportações, o que conduziria a um equilíbrio financeiro. A unidade monetária de transação teria o nome de "bancor", com um valor distinto de equivalência para cada nação. Acabou por ser o dólar a unidade monetária, com equivalência direta ao ouro. O Fundo Monetário Internacional garantiu o câmbio correto de cada moeda através de uma tabela de câmbios fixos em relação ao dólar e do ajustamento das políticas externas no respeitante ao câmbio. Pode igualmente conceder créditos para o equilíbrio dos pagamentos e é composto por uma Junta Executiva e uma Junta de Governadores. Foi também criado o Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD ou Banco Mundial), que concede créditos e assistência económica, política e técnica para o estímulo do desenvolvimento. Os trinta anos previstos para a aplicação deste plano concretizaram-se e asseguraram estabilidade do comércio; contudo, foi-se degradando devido à crise petrolífera dos anos 70 (1973) e aos défices norte-americanos, o que desvalorizou o dólar e provocou o abandono desta base cambial por parte dos países aderentes, uma vez que temiam afundar-se. Assim se iniciou uma época de universalidade económica gerida pelos mercados internacionais da finança. De igual forma, a instabilidade política que se fazia sentir com os antagonismos entre o bloco capitalista ocidental e o comunista oriental que levaram à Guerra Fria contribuíram para que os esforços e sucessos económicos, políticos e sociais entretanto conseguidos periclitassem.
Como referenciar: Crise do Modelo de Crescimento do Pós-II Guerra in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-11-14 04:37:30]. Disponível na Internet: