D. Isabel (?-1496)

Infanta portuguesa era filha do príncipe D. João, Mestre da Ordem de Santiago, e da neta de D. João I, D. Isabel. Não se sabe ao certo a data em que nasceu, tendo falecido em 1496.
Casou com D. João II de Castela, em 1447, tendo nascido desta união D. Isabel (que viria a ser alcunhada de a Católica) e D. Afonso, que viveu entre 1453 e 1568.
Provocou a morte de D. Álvaro de Luna, que exercia o poder governativo que cabia ao soberano. Ao opor-se a este facto, fez com que o marido decapitasse o pajem.
Morreu em Arévalo, para onde tinha ido depois da morte do marido e de ter enlouquecido. A sua sepultura encontra-se em Burgos, na Cartuxa de Miraflores.
Como referenciar: D. Isabel (?-1496) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-05 11:42:04]. Disponível na Internet: