D. Isabel (1470-1498)

Era filha de D. Fernando de Aragão e de D. Isabel de Castela, conhecidos como os Reis Católicos. Nasceu em Dueñas a 2 de outubro de 1470, tendo-se casado com o infante D. Afonso, filho de D. João II, a 3 de novembro de 1490. No entanto, este faleceu a 13 de julho de 1491, como consequência de uma queda de cavalo que sofreu em Almeirim.
Dizem os relatos da época que o rei D. Manuel I se apaixonou por esta princesa assim que lhe pôs os olhos em cima, tendo insistido com ela para aceitar o seu pedido de casamento. D. Isabel acabou por aceitar, sob a condição de que este soberano mandasse expulsar todos os judeus do país. D. Manuel disse que aceitava a condição (apesar de ter empregue certos estratagemas para manter muitos deles em Portugal) e o casamento realizou-se em outubro de 1497 em Valença de Alcântara. Deste casamento nasceu D. Miguel da Paz, reconhecido como herdeiro de Castela, Aragão, Leão e Portugal à nascença.
D. Isabel faleceu em Saragoça, ao dar à luz este filho a 28 de agosto de 1498.
Como referenciar: D. Isabel (1470-1498) in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-07-05 11:06:08]. Disponível na Internet: