D. Teodósio

Figura da alta nobreza portuguesa, foi o sétimo duque de Bragança, nasceu a 28 de abril de 1568 em Vila Viçosa, e era filho dos sextos duques de Bragança. Casou com D. Ana de Velasco.
Participou na batalha de Alcácer Quibir com mais 800 pessoas enviadas pela Casa de Bragança como contributo para a dita batalha. A Casa de Bragança tinha no seu Paço de Vila Viçosa a Armaria, um sítio onde havia toda a espécie de armas conhecidas para empregar nas batalhas para onde mandava reforços, como foi o caso de Alcácer Quibir. D. Teodósio tinha somente dez anos nesta altura, e foi enviado nesta missão em representação do seu pai, que estava enfermo. Fizeram-no prisioneiro, depois de ter sido ferido na cabeça. Foi libertado em agosto de 1579 devido aos esforços do cardeal D. Henrique e dos ofícios pessoais de Filipe II de Espanha.
Quando o cardeal D. Henrique morreu e se deu a crise de sucessão dinástica, D. Teodósio foi um dos pretendentes ao trono. Isto fez com que ficasse implicado no antagonismo político entre Castela e Portugal. Por esta razão ficou retido amigavelmente em casa do duque de Medina-Sidónia. Regressou depois a Vila Viçosa em 1580, quando Filipe II de Espanha subiu ao trono de Portugal (tornando-se no rei Filipe I de Portugal).
Aos quinze anos morreu o seu pai, tornando-se ele o sétimo duque de Bragança. No início a sua mãe, D. Catarina, assumiu a chefia da Casa de Bragança, devido à tenra idade do filho. Filipe I de Portugal tinha entretanto proposto casamento a D. Catarina, que esta não aceitou. O motivo principal para esta recusa foi talvez o de preservar o direito que D. Teodósio tinha à coroa portuguesa, pois se este casamento se realizasse era sinal de que a Casa de Bragança aceitava o facto de Filipe II de Espanha ter sido aclamado rei de Portugal.
Em 1569 o pirata Francis Drake atacou Lisboa à frente de um grupo de ingleses, sendo esta cidade defendida por D. Teodósio. Este foi também pai do rei D. João IV, o Restaurador, que nasceu a 19 de março de 1604 em Vila Viçosa.
Como referenciar: D. Teodósio in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-01 15:43:00]. Disponível na Internet: