Dalton

Químico e físico inglês, John Dalton nasceu a 6 de setembro de 1766, em Eaglesfield, na Inglaterra, e morreu a 27 de julho de 1844, em Manchester, também na Inglaterra.
Já aos 12 anos revelava dotes científicos especiais, altura em que já ensinava Matemática aos seus primeiros alunos. De origem bastante pobre, nem por isso se viu impedido de se tornar um químico extraordinário. É considerado o "Pai" da Teoria Atómica sobre a qual assenta a química moderna.
Segundo este, toda a matéria era formada por partículas extremamente pequenas - os átomos. Estes, eram indivisíveis, variavam de elemento para elemento e combinavam-se entre si formando compostos. Dalton estabeleceu a lei das proporções múltiplas, segundo a qual as quantidades do mesmo elemento que se unem com uma quantidade fixa de outro elemento para formar, em cada caso, um composto diferente estão na razão de números inteiros simples.
Formulou, ainda, a lei que ficou conhecida por "lei de Dalton", segundo a qual a pressão exercida por uma mistura de gases ideais é igual à soma das pressões da cada um dos componentes da mesma.
Dalton investigou a solubilidade dos gases nos líquidos e descobriu o daltonismo - incapacidade de distinguir diversas cores no espetro, atingindo frequentemente o verde e o vermelho.
Como referenciar: Dalton in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 16:11:12]. Disponível na Internet: