David Lean

Realizador, argumentista, editor e produtor inglês, Sir David Lean nasceu a 25 de março de 1908, em Croydon, Surrey, no Reino Unido, e morreu a 16 de abril de 1991, em Londres. A sua carreira caracteriza-se mais pela qualidade do que pela quantidade, sendo reconhecida a sua grande capacidade para cuidar dos pormenores e da dimensão do espaço e do tempo, sabendo, ainda, retirar dos atores a melhor atuação para uma dada cena. David Lean começou como ajudante de operador de câmara passando depois para a sala de montagem, tendo sido responsável pela edição de Pygmalion (Pigmalião, 1938), Forty-Ninth Parallel (Paralelo 49, 1941) e In Which We Serve (Sangue, Suor e Lágrimas, 1942), filme que marcou também a sua estreia como realizador. A sua primeira nomeação para um Óscar surgiria com Brief Encounter ( Breve Encontro, 1945) e a segunda com Great Expectations (Grandes Esperanças, 1946), enquanto Oliver Twist (As Aventuras de Oliver Twist, 1948), adaptação para cinema da obra de Charles Dickens, provou o seu talento muito especial para exprimir a linguagem literária nos meios cinematográficos. A nomeação seguinte para um Óscar foi conseguida com Summertime (Loucuras em Veneza, 1955), com Katherine Hepburn, mas foi The Bridge on the River Kwai (A Ponte do Rio Kwai, 1957), a sua obra prima até à altura, que lhe mereceu finalmente o tão almejado Óscar, um dos sete que o filme conquistou, e um Globo de Ouro, em 1958. Esta sequência seria continuada com o mítico e enigmático Lawrence of Arábia ( Lawrence da Arábia, 1962) -protagonizado por Peter O' Toole -, tendo recebido o Óscar de Melhor Realizador e o Globo de Ouro em 1963, e Doctor Zhivago (Doutor Jivago, 1965), nomeado para o Óscar de Melhor Realizador e o Globo de Ouro em 1966. A Passage to Índia (Passagem para a Índia, 1984), o seu último filme adaptado a partir do livro de E. M. Forster, valeu-lhe uma nomeação para os Óscares de Melhor Realizador, Melhor Argumento Adaptado e Melhor Montagem.
Como referenciar: David Lean in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-06-27 03:50:34]. Disponível na Internet: