Dean Tavoularis

Diretor artístico norte-americano, Dean Tavoularis nasceu em 1932 em Lowell, Massachusetts. O seu primeiro trabalho no cinema foi em 1967 no filme Bonnie and Clyde (Bonnie e Clyde), de Arthur Penn, com quem voltou a colaborar, em 1970, no filme Little Big Man (O Pequeno Grande Homem). Contudo, Tavoularis é conhecido particularmente pela sua antiga e extensa colaboração com o realizador Francis Ford Coppola, que teve início em 1972 com The Godfather (O Padrinho), continuando em The Conversation (O Vigilante, 1974), The Godfather: Part II (O Padrinho: Parte II, 1974), pelo qual ganhou o Óscar de Melhor Direção Artística, Apocalypse Now (1979), onde Tavoularis conheceu aquela que se tornou mais tarde sua mulher, a atriz Aurore Clément, One From the Heart (Do Fundo do Coração, 1982), The Outsiders (Os Marginais, 1983), Rumble Fish (Juventude Inquieta, 1983), Peggy Sue Got Married (Peggy Sue Casou-se, 1986), Gardens of Stone (Jardins de Pedra, 1987), Tucker: The Man and His Dream (Tucker: O Homem e o Seu Sonho, 1988), pelo qual recebeu nova nomeação para o Óscar, facto que repete em The Godfather: Part III (O Padrinho III, 1990).
Trabalhou ainda com outros realizadores prestigiados como Michelangelo Antonioni, em Zabriskie Point (1970), William Friedkin, em The Brink's Job (1978), pelo qual foi nomeado para o Óscar, Wim Wenders, no seu filme Hammett (1982), Warren Beatty, em Bulworth (Candidato em Perigo, 1998) e Roman Polanski, em The Ninth Gate (A Nona Porta, 1999).
Como referenciar: Dean Tavoularis in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 19:49:41]. Disponível na Internet: