Debra Winger

Atriz norte-americana, nascida em 1955, em Cleveland, passou a sua infância na Califórnia e a adolescência em Israel, onde chegou mesmo a efetuar três meses de serviço militar. Decidida a enveredar por uma carreira artística, regressou ao seu país natal, mas um acidente de viação deixou-a em coma durante um ano e quase lhe estilhaçou o sonho. Já recuperada, começou por aparecer em anúncios publicitários e num pequeno papel na série televisiva Wonder Woman (Supermulher, 1975). A sua estreia no cinema foi discreta: The Slumber Party'57 (Seis Raparigas Confessam-se, 1976). Ganhou algum prestígio surgindo ao lado de John Travolta em Urban Cowboy (O Cowboy da Noite, 1980). No entanto, o papel que fez "explodir" a sua carreira foi no melodrama romântico An Officer and a Gentleman (Oficial e Cavalheiro, 1982), em que foi objeto de inveja de milhões de mulheres ao ser arrebatada na cena final por um Richard Gere em uniforme militar. Teve direito a uma nomeação para o Óscar de Melhor Atriz, algo que repetiria com a sua prestação no filme seguinte: Terms of Endearment (Laços de Ternura, 1983), no papel de uma mulher cancerosa. Originalmente foi a favorita para conseguir o Óscar, mas as revelações da imprensa sobre os conflitos com Shirley MacLaine durante a rodagem do filme levaram a que o prémio fosse parar às mãos da veterana atriz. A partir daí, Winger assumiu algum desencanto pelo cinema, participando em pouco mais de uma dezena de filmes em 20 anos. O mais notável desse período foi o britânico Shadowlands (Dois Estranhos, Um Destino, 1993), em que encarnou a poetisa americana Joy Gresham, num papel que lhe valeu mais uma nomeação para o Óscar de Melhor Atriz.
Como referenciar: Debra Winger in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-23 00:48:53]. Disponível na Internet: