Deirdre Deirdriu

Era filha do tocador de harpa e contador de histórias de Conchobar, Fedlimid mac Daill. A sua história representa a decadência do reino do Ulster.
A vida amargurada de Deirdre iniciou-se quando foi perseguida pelos homens desta província (Ulster), uma vez que o druida Cathbad tinha profetizado numa festa dada no dia do seu nascimento pelo seu pai que ela seria belíssima mas que traria tristeza e morte ao reino.
No entanto Conchobar escondeu-a em casa de Lebharcam, tencionando casar-se com ela quando atingisse a idade propícia. Enquanto estava no esconderijo, uma torre no meio de uma floresta, Deirdre observou um dia uns corvos lambendo o sangue de um veado da neve, desejando que aparecesse um homem com as faces vermelhas como o sangue, a pele branca como a neve e o cabelo negro como as penas dos corvos. A ama disse-lhe que Naoisi, filho de Usnach e Elva e campeão do Ramo Vermelho do Ulster era exatamente assim. Então Deirdre fugiu de Conchobar com Naoisi e seus irmãos Ainlé e Adran, andando pela Irlanda até chegarem voando, finalmente, segundo a lenda, a Alba, levando a ama com eles. Conchobar enviou, muitos anos depois, esperando que eles estivessem cansados da solidão, o amigo de Naoisi - Fergus mac Roich - para os trazer de volta, prometendo perdoar a Naoisi e seus irmãos. Esta promessa não foi cumprida, conforme o que Deirdre pressentira, e foram todos assassinados na casa do Ramo Vermelho. Fergus não lhes pôde proporcionar a proteção prometida pois teve de cumprir as regras de hospitalidade e ficar a meio do caminho em casa de Baruch, um senhor do Ramo Vermelho do Ulster. Conchobar desposou então a infeliz Deirdre.
Na sequência da morte dos filhos de Usnach (Naoisi, Adran e Ainlé), um dos filhos de Fergus mac Roich tinha-se tornado traidor e o outro tinha sido morto. Fergus revoltou-se então contra Conchobar e foi oferecer os seus serviços aos reis rivais, Ailill e Maeve.
Deirdre foi dada pelo marido ao filho de Duracht Eoghan (ou Owen), que tinha desferido o golpe mortal em Naoisi, depois de ter dito a Conchobar que as pessoas que mais odiava eram ele e Eoghan. Desesperada, Deirdre atira-se do carro de Eoghan contra uma rocha e morre.
Várias versões desta história foram escritas entre os séculos IX e o XIX.
Como referenciar: Deirdre Deirdriu in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-18 12:13:14]. Disponível na Internet: