dieta

A dieta alimentar diz respeito aos alimentos que diariamente necessitamos de ingerir, por forma a fornecer ao nosso organismo os elementos químicos necessários para a manutenção, crescimento e regeneração do corpo, bem como para os processos de produção energética, dos quais depende a manutenção do metabolismo, logo, da vida.
A dieta alimentar diária deve ser diversificada, incluindo todos os tipos de biomoléculas características dos seres vivos (prótidos, lípidos e glícidos), bem como vitaminas, água e sais minerais diversificados.
A quantidade de substâncias com função plástica, energética ou reguladora, bem como a proporção entre si, são características de cada indivíduo, num dado momento, já que dependem de vários fatores, como a idade, sexo, clima, atividade diária e estado de saúde. No dia a dia, o termo dieta é recorrentemente usado como sinónimo de hábito alimentar. No entanto, esta analogia nem sempre é verídica, já que o último termo se reporta ao tipo e quantidade de alimentos que diariamente compõem as refeições, escolhas estas que, na maior parte das vezes, se encontram desfasadas do que deveria ser a dieta alimentar - aquilo de que, na realidade, o organismo necessita.
São vários os desequilíbrios induzidos por hábitos alimentares incorretos, sendo os mais frequentes as avitaminoses (carências vitamínicas diversificadas, resultantes de uma alimentação pobre, sobretudo, em produtos vegetais), obesidade (ingestão excessiva de nutrientes energéticos, como os glícidos e, principalmente, gorduras), osteoporose (carência em cálcio, por falta deste alimento na alimentação, sobretudo, em mulheres na menopausa) e anorexia (carência generalizada de nutrientes, conducente a magreza extrema e falência orgânica, em resultado de uma ingestão quase nula de alimentos, devido a distúrbios psíquicos).
Nos países subdesenvolvidos, em populações carenciadas, podem surgir perturbações devido a carências dietéticas, como o raquitismo, Kwashiorkor e o escorbuto, entre outras.
A palavra dieta surge também associada a situações em que o indivíduo, por prescrição médica ou vontade própria, sente necessidade de alterar os seus hábitos alimentares, estabelecendo um regime nutricional mais correto, porque mais próximo das suas efetivas necessidades. Esta situação, vulgarmente representada pela expressão fazer dieta, surge quase sempre associada à necessidade da redução do peso corporal, sendo muitas vezes feita sem o controle de um especialista, o que conduz, também, a hábitos alimentares errados. De facto, estas dietas hipocalóricas são quase sempre desequilibradas, não fornecendo ao organismo todos os elementos químicos de que necessita, originando perturbações que podem ter consequências graves.
Uma dieta alimentar equilibrada é o primeiro passo para a manutenção da homeostasia (equilíbrio) do organismo.
Como referenciar: dieta in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-18 15:20:01]. Disponível na Internet: