difusão facilitada

A difusão facilitada é um processo de transporte de moléculas e de iões através da membrana celular, a favor do gradiente de concentração. O transporte realiza-se do meio de concentração mais elevada - hipertónico - para o de concentração mais baixa - hipotónico. Este processo conta com a intervenção de proteínas transportadoras da membrana - as permeases -, sem gasto de energia metabólica.
A difusão facilitada permite que a velocidade de difusão de moléculas polares através da membrana plasmática seja superior à que ocorreria por difusão simples, já que evita que essas moléculas tenham que atravessar a bicamada fosfolípidica. A velocidade de difusão inicial é proporcional ao aumento da concentração do soluto, estabilizando a partir do momento em que todas as permeases estão ocupadas, sendo, no entanto, sempre superior à da difusão simples.
As permeases apresentam especificidade para as substâncias que transportam, sendo a sua cinética condicionada pela temperatura, quando esta se situa fora do seu intervalo térmico ótimo de ação.
Um exemplo de difusão facilitada é a absorção de glicose ao nível das vilosidades intestinais, para o meio interno (capilares sanguíneos intestinais).
Como referenciar: difusão facilitada in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-17 19:03:32]. Disponível na Internet: