Donald Meltzer

Psicanalista britânico, Donald Meltzer nascido em 1922, em Inglaterra, e falecido a 13 de agosto de 2004, distinguiu-se por ter elaborado vários trabalhos sobre o autismo. A sua conceção de desenvolvimento passa mais pelo nível da afetividade e do pensamento do que pelo nível da atividade mental.
Meltzer ao longo do seu trabalho clínico tratou e observou os recuos e os avanços de crianças acometidas pelo autismo infantil. No tratamento destas crianças, Meltzer utilizou a técnica analítica do brinquedo, desenvolvida por Melanie Klein, na qual o uso que a criança faz do brinquedo é visto como um sonho passível de ser interpretado. Este trabalho permitiu a Meltzer perceber os processos psíquicos que ocorrem nas crianças tratadas.
Para Meltzer, certos comportamentos que observamos em crianças autistas e pós-autistas têm similaridades com os dos recém-nascidos quando dependentes "(...) do objeto de satisfação libidinal" -, ou seja, da mãe, enquanto figura que dispensa cuidados e serve as funções do Ego. Nos seus trabalhos sobre o autismo infantil, o psicanalista distingue diferentes fases estruturais que, segundo ele, podem coexistir numa mesma criança e revelar-se em circunstâncias particulares. Meltzer considera as fases pós-autísticas como "feridas mal curadas" que ficaram do autismo propriamente dito, cuja gravidade varia consoante o tempo e a "qualidade" do período autista da criança. Estas estruturas têm aspetos muito próprios que dependem dos mecanismos de defesa utilizados ao longo do desenvolvimento mental.
Meltzer elabora, assim, uma teoria na qual descortina um conjunto de mecanismos que, segundo ele, operam desde cedo no desenvolvimento normal do psiquismo e que persistem ao longo da vida.
Obras importantes de Meltzer:
Dream-life: a re-examination of the psycho-analytical theory and technique
Sexual states of mind
Como referenciar: Donald Meltzer in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-07 01:57:02]. Disponível na Internet: