Donato Bramante

Arquiteto e pintor italiano, Donato Bramante nasceu em 1444, na região de Urbino, e morreu em 1514, em Roma. Iniciou a sua aprendizagem de pintor e arquiteto em Urbino, que na época fervilhava de atividade artística permitindo-lhe o contacto com o trabalho de alguns dos maiores pintores e arquitetos renascentistas que aí exerciam a sua atividade. Destes destacam-se o pintor Piero della Francesca e Leon Battista Alberti, o grande teórico do renascimento italiano, que foram a principal influência na primeira fase da sua carreira. Em 1475, foi para Milão onde executou o fresco "Homens de Armas" na Casa Panigarola (1480-85). Poderia ter-se tornado um dos grandes mestres desta arte se a sua atividade como arquiteto não tivesse prevalecido.
Na região da Lombardia produz diversas obras importantes da arquitetura do renascimento, tais como a Igreja de Santa Maria Delle Grazie (1466) ou a Igreja de Santa Maria Presso San Satiro (1497), ambas em Milão. Com a sua ida para Roma, a sua obra sofre uma verdadeira evolução tornando-se uma das mais influentes da sua época. Aqui deixa-se envolver no movimento de descoberta e análise dos monumentos do Império Romano que servem de fonte de inspiração direta para a sua obra posterior. O primeiro edifício desta fase é o pequeno templo de S. Pedro, um edifício circular apoiado em colunas dóricas (1502). Em 1503, Bramante tem a sua grande oportunidade com o advento do Papa Júlio II, projeta um grande conjunto monumental para o Vaticano. Mas, a sua grande obra foi o plano para a reconstrução da Catedral de S. Pedro no Vaticano para onde concebe um edifício de planta em cruz grega com uma grande cúpula sobre o cruzeiro. O projeto foi posteriormente alterado pois Bramante morreu antes de se iniciar a sua construção, no entanto, permanece o cruzeiro com a sua cúpula.
Como referenciar: Donato Bramante in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-01-23 07:58:11]. Disponível na Internet: