Dragão

O Dragão é o quinto dos doze signos do Zodíaco chinês, a que correspondem os seguintes anos: 2000, 1988, 1976, 1964, 1952, 1940, 1928, 1916... O Dragão é o único animal mítico que integra o Zodíaco chinês. Na China este animal é associado à força, à saúde, à harmonia e à sorte e é em anos do Dragão que nascem mais crianças.
Segundo uma lenda muito antiga, que explica a formação deste Zodíaco assim como o carácter dos seus nativos, o dragão, apesar de ter todas as condições para chegar em primeiro, por ser forte e voar, atrasou-se porque teve de estar a fazer chuva para ajudar as criaturas da Terra. Para além disso, quando estava a chegar à meta, ainda deu uma ajuda ao coelho, que acabou por chegar em quarto.
As pessoas nascidas em ano do Dragão têm carisma e tornam-se poderosas e sortudas, acabando por ser o centro das atenções. Os nativos de Dragão têm grandes capacidades mentais, são muito confiantes em si próprios e interessam-se por tudo o que os rodeia. Podem tornar-se egoístas e ambiciosos e, até, megalómanos, não olhando a meios para atingir os seus fins. São corajosos e, ao mesmo tempo, bondosos com quem os rodeia.
Consoante a data de nascimento, os nativos de Dragão dividem-se em cinco grupos: Madeira, Fogo, Terra, Metal e Água.
Os associados a Madeira são pacifistas, elegantes, impetuosos, enquanto os de Fogo são amigáveis e débeis no que toca a tomar decisões e planeamento. Os de Terra são introvertidos, esforçados e calculistas e os de Metal corajosos, arrogantes, francos, engenhosos e opinativos. Por fim, os de Água são amáveis, protetores, ambiciosos, resistentes e aventureiros.
Como referenciar: Dragão in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2021. [consult. 2021-04-15 15:33:12]. Disponível na Internet: