Duran Duran

Grupo pop inglês formado pelos colegas de escola Nick Rhodes (n. 1962-06-08, teclas) e John Taylor (n. 1960-06-20, inicialmente na guitarra), em 1978, aos quais se juntaram posteriormente os amigos Simon Colley (baixo e clarinete) e Stephen Duffy (vox). Os Duran Duran foram inspirados sobretudo por artistas como David Bowie e Roxy Music, bem como pelo ambiente pós-punk de finais de 70, e o nome do grupo foi retirado de uma personagem do filme de ficção científica intitulado Barbarella. Foi num bar com o mesmo nome que surgiram os primeiros concertos, ainda com uma caixa de ritmos. Após um ano, Stephen Duffy e Colley deixaram o grupo, o primeiro para formar os Lilac Time, tendo sido substituídos por Andy Wickett e Roger Taylor (n. 1960-04-26), respetivamente. Após a gravação de uma maquete, John Taylor mudou-se para a o baixo e John Curtis entrou para a função de guitarrista, ainda que apenas durante alguns meses. Em resposta a um anúncio no jornal Melody Maker, surgiu Andy Taylor (n. 1961-02-16) para tocar guitarra. Com a saída de Wickett, o grupo teve alguma dificuldade em encontrar um vocalista, situação resolvida em inícios de 1980 com a entrada de Simon Le Bon (n. 1958-10-27), estudante de Teatro na Universidade de Birmingham e antigo membro de uma banda punk chamada Dog Days.
Em 1981, os Duran Duran lançaram o single de estreia, "Planet Earth", a que se seguiu o álbum homónimo que incluiu ainda "Girls On Film". O videoclip deste tema ficou conhecido pelo seu conteúdo sexual, que gerou, na altura, bastante controvérsia e originou a censura por parte da BBC. O grupo alicerçou muito do seu sucesso numa indústria bem sucedida de videoclips inovadores, quer pelos ambientes exóticos, visíveis, por exemplo, em "Save a Prayer" e "Rio", quer pela incursão em atmosferas fantásticas, como em "Hungry Like the Wolf" ou "Wild Boys". A assiduidade com que surgiram na estação televisiva MTV deu também o seu contributo para o êxito do grupo nos Estados Unidos da América.
Em 1982, surgiu Rio, do qual fizeram parte os clássicos "Hungry Like the Wolf", "Save a Prayer", "Is There Something I Should Know?" e o tema homónimo. "Is There Something I Should Know?" tormou-se no primeiro número um do grupo em Inglaterra. Um ano mais tarde, e gozando de grande popularidade em todo o mundo, o grupo lançou o seu terceiro álbum de originais, Seven and the Ragged Tiger (1983), o primeiro a atingir o primeiro lugar das tabelas de vendas. Deste trabalho fizeram parte os êxitos "Union of the Snake" e "The Reflex", este o seu primeiro número um nos Estados Unidos da América. Em novembro de 1984, o grupo gravou o single "Wild Boys", que viria a ser incluído no álbum ao vivo Arena.
A segunda metade da década de 80 marcou o declínio do grupo. Após a edição de "View To A Kill", tema principal da aventura do agente secreto 007, os Duran Duran fizeram uma pausa. Andy e John Taylor formaram os Power Station com o vocalista Robert Palmer e o ex-baterista dos Chic, Tony Thompson. A banda obteve relativo sucesso com os singles "Some Like It Hot" e "Get It On (Bang a Bong)". Os restantes membros dos Duran Duran, Nick Rhodes, Simon Le Bon e Roger Taylor, formaram o seu próprio grupo, os Arcadia. Deste projeto surgiu o álbum So Red the Rose (1985) e o êxito "Election Day".
O ano de 1986 marcou as saídas de Roger Taylor e de Andy Taylor. Até ao final da década, os Duran Duran, reduzidos a trio, gravaram dois álbuns de originais, Notorius (1987) e Big Thing (1988), e editaram a coletânea Decade (1989). Apesar de temas como "Notorious", "Skin Trade", "All She Wants Is" ou "I Don't Want Your Love", o grupo não mais atingiu a popularidade de outrora.
O início dos anos 90 coincidiu com a entrada do guitarrista norte-americano Warren Cuccurullo, antigo membro dos Missing Persons. Após a edição algo discreta de Liberty (1990), o grupo obteve um êxito surpreendente com o álbum Duran Duran (The Wedding Album), de 1993, do qual fizeram parte os temas "Ordinary World" e "Come Undone". O álbum atingiu mesmo a marca da platina nos EUA. Seguiram-se Thank You (1995), Greatest (1998), Medazzaland (1999) e Poptrash (2000). Estes álbuns parecem ter provado que a fórmula dos Duran Duran se esgotou e não conseguiram revitalizar a banda. Os anos seguintes foram marcados pela edição de alguns concertos ao vivo e compilações, merecendo nota de destaque uma edição da Capitol, de 2003, The Singles: 81 - 85, que reúne os singles de maior sucesso da banda, gravados no momento do seu apogeu comercial. A edição especial incluía 13 discos, num total de 40 faixas, algumas delas autênticas raridades. Uma edição especialmente interessante para os fãs que a banda conseguiu cativar.
Como referenciar: Duran Duran in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-08 18:56:29]. Disponível na Internet: