Durban

Cidade localizada a este da África do Sul, integrada na região administrativa de KwaZulu Natal, na baía natural de Natal, no oceano Índico.
Durban foi visitada por Vasco da Gama em 1497, aquando da descoberta do caminho marítimo para a Índia, mas a colonização foi feita por Ingleses e apenas em 1824, inicialmente com o acordo dos chefes indígenas Zulo (do quicongo zulu, que significa "céu").
No início, a cidade foi designada de Port Natal, mas em 1835 foi-lhe atribuída a designação atual por Sir Benjamin D'Urban, na época governador da Colónia do Cabo. A cidade foi palco da Convenção Nacional de 1908-1909, que lançou o caminho para a criação, em 1910, da União Sul Africana. De 1948 até 1994, Durban viveu sob o regime do apartheid; próximo da cidade havia uma homeland (pátria negra), denominada de KwaZulu.
Possui o maior porto de mar do país, ligado por caminho de ferro a Joanesburgo e a outras cidades, e tem nos arredores o aeroporto internacional de Louis Botha, factos que promovem a sua posição como centro industrial importante no contexto nacional. As principais exportações são o carvão, o magnésio, o ouro cromado, o algodão e o açúcar.
A nível cultural, Durban possibilita a aposta no ensino, dada a localização do College for Advanced Technical Education de Natal (1907) e das universidades de Natal Durban Campus (1909) e de Durban-Westville (1960). Destacam-se ainda o Museu e a Galeria de Arte, o Museu de História Local (no forte antigo), um aquário e o autódromo de Greyville.
Possui um clima agradável, caracterizado por temperaturas elevadas, e praias atrativas para a prática do surf.
Como referenciar: Durban in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-04-09 18:46:07]. Disponível na Internet: