ébano

Designação vulgar das plantas do género Diospyros e da família das Ebenáceas.
O ébano Diospyros ebenum, também comummente designado ébano-do-Ceilão, é uma planta arbórea de elevada estatura, podendo atingir os 30 metros. As folhas são inteiras, de cor verde-escura.
As flores são axilares tetrâmeras, mais raramente pentâmeras de cor esverdeada e com tons avermelhados. As flores femininas são solitárias e as masculinas apresentam-se em grupos de duas ou três. O cálice é campanulado nas flores masculinas e aberto nas flores femininas. A corola possui quatro lóbulos obtusos e abertos, com cerca de 5 milímetros nas flores masculinas e 10 milímetros nas flores femininas. Possuí 16 estames ligados pelos filamentos em grupos de dois, sendo o interno mais curto que o externo. O ovário é globoso com pelos na parte superior, que é residual nas flores masculinas. Os frutos têm um tamanho inferior a 2 centímetros, sendo amarelos quando imaturos e negro-azulados quando maduros.
O ébano é originário da Índia e do Sri Lanka onde constitui uma espécie vegetal de grande valor económico, sobretudo pelo cerne preto, muito duro, de grão fino e muito resistente. O alburno é branco e mole.
Outras espécies arbóreas são também vulgarmente denominadas ébanos, tais como Diospyros melanoxylon e Diospyros tomentosa, ambas originárias da Índia e possuindo flores tomentosas.
A variação de cor no cerne e no alburno, muito acentuado em plantas do género Diospyros, é devida a alterações químicas e físicas das substâncias armazenadas nos vasos lenhosos do cerne, cujo lumen passa a ser totalmente preenchido por gomas coradas.
Por semelhança de tom e outras características de madeira também se dá o nome de ébano a algumas árvores leguminosas.
Como referenciar: ébano in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-24 13:49:40]. Disponível na Internet: