ecumenismo (religião)

Ecumenismo, palavra que deriva do grego oikós (ambiente, espaço) ou oikouméne (terra habitada), está intrinsecamente ligada à Igreja. De facto, é deste modo definido o movimento ecuménico no decreto Unitatis redintegratio: "as atividades e iniciativas que, segundo as variadas necessidades da Igreja e as características da época, se suscitam e se ordenam a favorecer a unidade dos cristãos". Incitado pelo Espírito Santo, o movimento ecuménico prende-se com a evangelização e a pastoral, levadas a cabo desde a pregação de Cristo aos apóstolos e ao mundo. Uma vez que a Igreja está fragmentada em várias (a Ortodoxa, a Protestante, a Católica) é essencial a passagem à prática dos princípios ecuménicos, tendo em vista a unidade cristã. Os princípios católicos do ecumenismo dizem que a unidade, cuja forma perfeita é a Santíssima Trindade, faz parte integrante da Igreja, através de elementos invisíveis como o Espírito Santo presente em cada cristão (lembre-se que o Pentecostes provocou a pregação dos apóstolos numa língua por todos entendida), a devoção a Nossa Senhora, a Deus e a Cristo, a caridade, a Eucaristia e administração de todos os outros sacramentos e a comunhão da mesma Fé. Na verdade, considera-se que a Igreja é organizada no mundo como uma sociedade orientada pelo Papa e pelos bispos em conjunto. O facto de a Igreja Católica se identificar com aspetos de outras agregações cristãs reforça a ideia de comunhão ou ecumenismo pois, nas palavras do papa João Paulo II, "os elementos de santificação e verdade presentes nas outras comunidades cristãs, em grau diverso numas e outras, constituem a base objetiva da comunhão existente, ainda que imperfeita, entre elas e a Igreja Católica." Por outro lado, reforça o facto de que o sacrifício de santos e mártires, oriundos das mais diversas culturas e civilizações, contribui para a união entre uma panóplia tão vasta de crentes. No século XIX acentuou-se o facto de ser ter esbatido a diferença entre protestantes e católicos, nascida na Reforma e Contrarreforma, tendo inclusivamente um oratoriano (pertencente à Congregação de São Filipe Néri) francês, Tabaraud, publicado um escrito (De la réunion des communions chrétiennes, 1808) que preconizava cedências razoáveis de católicos e protestantes para chegar a uma conciliação.
Como referenciar: ecumenismo (religião) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-15 15:25:31]. Disponível na Internet: