Edgar Wallace

Escritor, jornalista e dramaturgo inglês, de nome completo Richard Horatio Edgar Wallace, nascido a 1 de abril de 1875, em Greenwich, e falecido a 10 de fevereiro de 1932, em Hollywood, quando se encontrava a trabalhar no guião do filme King Kong. É considerado um dos melhores criadores de romances policiais e de suspense, sendo autor de mais de uma centena de obras e de artigos de jornais e revistas.
Filho adotivo de pais ligados à arte de representar, abandonou a escola com 12 anos e passou por vários empregos antes de ingressar no serviço militar. Durante três anos, esteve no Regimento Real de West Kent. Seguidamente, foi enviado para África do Sul, onde escreveu poemas dedicados à guerra, publicados em livro algum tempo depois, sob o título The Mission that Failed (1898).
Acabado o serviço militar tornou-se correspondente de guerra, da Reuters e de um jornal inglês, e editor do Rand Daily Mail de Joanesburgo.
Regressado a Londres, iniciou a sua carreira de escritor, sofrendo a influência das suas experiências em África e enquanto correspondente de guerra, como, por exemplo, os conhecimentos que adquiriu sobre espionagem.
Publicou o seu primeiro romance em 1905, com o título The Four Just Men, a que se seguiram as sequelas The Council of Justice (1908), The Just Men of Cordova (1917) e The Three Just Men (1925). Entretanto, a publicação de Sanders of the River, de 1911, consagrou-o como escritor.
Dedicou-se também à escrita de guiões para cinema, sendo o mais conhecido o que serviu de base para o já mencionado King Kong, assim como para filmes e séries em formato televisivo.
Como referenciar: Porto Editora – Edgar Wallace na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-10-26 12:42:45]. Disponível em