Eduardo Luís Cortesão

Professor catedrático de Psiquiatria, psicanalista e grupanalista, Eduardo Luís Cortesão nasceu em 1919, em Lisboa, e formou-se em Medicina. Depois de ter sido impedido, por razões políticas, de entrar na carreira hospitalar regular, ingressou como estagiário voluntário de Psiquiatria no Hospital Júlio de Matos e conseguiu ser admitido como médico da Junta de Emigração. Este facto permitiu-lhe realizar diversas viagens e frequentar seminários da Associação Psicanalítica Argentina e do Instituto Pichon-Rivière em Buenos Aires, tomando contacto, deste modo, com os movimentos psicanalíticos internacionais. Em 1954 obtém uma bolsa de estudos concedida pelo British Council e parte para Londres onde continua a sua formação psiquiátrica no Maudsley Hospital. No mesmo ano conhece S. H. Foulkes e inicia a sua grupanálise pessoal. Em 1955 torna-se médico psiquiatra dos Royal Bethleem e Maudsley Hospitals e é admitido como Full-Member do Group-Analytic Society de Londres. Em 1956 cria o Movimento Grupanalítico em Portugal e dois mais tarde ajuda a fundar o Grupo de Estudos de Grupanálise.
Para além de psiquiatra, psicanalista e grupanalista, Eduardo Luís Cortesão destacou-se no mundo académico, tendo sido professor de Psiquiatria no curso de Medicina dos Hospitais Civis de Lisboa e convidado para reger a cadeira de Psiquiatria e Saúde Mental da Faculdade de Ciências Médicas na Universidade Nova de Lisboa. Foi ainda responsável por diversos projetos no âmbito da saúde mental e precursor do trabalho em equipa nos hospitais psiquiátricos em Portugal.
Deixou-nos uma vastíssima obra escrita, dispersa por diversas revistas científicas e especializadas, bem como um conjunto de conceitos e procedimentos técnicos fundamentais para a Psicanálise e Grupanálise.
É autor de Grupanálise: Teoria e Técnica (1989).
Faleceu em 1991.
Como referenciar: Porto Editora – Eduardo Luís Cortesão na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-11-29 14:29:05]. Disponível em