Eleanor Gibson

Psicóloga e professora norte-americana, Eleanor Jack Gibson nasceu a 7 de dezembro de 1910, em Peoria, no estado de Illinois, e faleceu a 30 de dezembro de 2002, na Colúmbia, no estado de Carolina do Sul.
Originária de uma família presbiterana, Eleanor Gibson casou-se, em 1932, com o psicólogo James J. Gibson do qual teve dois filhos. Em 1938, doutorou-se em Psicologia pela Universidade de Yale e lecionou no Smith College, entre 1931 e 1949, e na Universidade de Cornell, entre 1949 e 1980.
Nos seus estudos em psicologia, Eleanor Gibson investigou a aprendizagem nos humanos e nos animais. Analisou o desenvolvimento das capacidades de leitura e, principalmente, o desenvolvimento percetual das crianças e adolescentes. A psicóloga propôs que a aprendizagem percetual fosse feita através de um processo ao qual chamou "processo de diferenciação". Considerava que, no início da aprendizagem percetual, o indivíduo tinha uma visão generalista e que as coisas pareciam ser semelhantes umas às outras. À medida que o sujeito se desenvolvia, a sua aprendizagem percetual começava a diferenciar objetos e acontecimentos. Ora, Gibson entendia que as crianças criavam confusões pelos estímulos sensoriais, mas que, através da repetição, elas iam conseguindo distinguir umas coisas das outras. Um dos seus famosos trabalhos com animais, que desenvolveu com Richard D. Walk, chama-se Visual Cliff (trad. livre: Precipício Visual). Eleanor Gibson descobriu que animais bebés evitavam aproximar-se dum precipício, simulado através de uma construção de vidro acima do solo.
A partir de 1975, Gibson dedicou-se também à psicologia ambiental (ou ecológica) e foi membro da Sociedade Internacional para a Psicologia Ecológica.
Publicou algumas obras, destacando-se Principles of Percetual Learning and Development (1967), The Psychology of Reading (1975) e An Odyssey in Learning and Perception (1991).
Eleanor Gibson recebeu vários prémios. Salienta-se o prémio da Associação Americana de Psicologia (APA), em 1968, a Medalha Nacional para a Ciência, em 1983, e o Lifetime Achievement Award, em 1992.
Como referenciar: Eleanor Gibson in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-11-20 11:51:23]. Disponível na Internet: