eletroíman

Um eletroíman consiste numa bobina de fio condutor à volta do qual se forma um campo magnético pela passagem da corrente elétrica, dotado geralmente de um núcleo de ferro macio com a finalidade de concentrar as linhas do campo magnético criado. Pode ser de entreferro fixo, utilizando-se em grandes instalações fixas para a produção de campos magnéticos muito intensos, como por exemplo nos aceleradores de partículas (ciclotrões), ou de entreferro variável, o qual fecha o circuito mediante uma armadura móvel e que se pode utilizar como eletroímanes elevadores ou como relé.
Os eletroímanes elevadores situam-se nos extremos dos cabos das gruas e destinam-se a movimentação de aço e ferro. Quando se liga a corrente elétrica, o campo magnético criado sujeita a carga, libertando-a assim que aquela é desligada. Estes dispositivos apresentam uma capacidade de sustentação que chega a atingir 20 toneladas.
Os eletroímanes, além de serem utilizados nos guindastes eletromagnéticos, também são muito úteis nos comboios de levitação magnética, nos alternadores das centrais elétricas, nos motores elétricos, nos telefones, nas campainhas, nos disjuntores, nos amperímetros e voltímetros e nos altifalantes.
Como referenciar: eletroíman in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-19 17:04:30]. Disponível na Internet: