elongação (física)

A elongação, no campo da astronomia, consiste na distância angular aparente de um planeta em relação ao Sol, isto é, o ângulo formado pelas direções Terra-Sol e Terra-planeta. Este valor é dado pelas diferenças de longitude celeste entre o Sol e o planeta. Se a elongação for nula, diz-se que o planeta está em conjunção com o Sol, se for de 180 º, diz-se que está em oposição e se for de 90 º, diz-se que está em quadratura.
No caso dos planetas exteriores, a elongação pode variar entre 0 e 180 º, para os planetas interiores, esta é sempre menor que 90 º.
Se o planeta interior é observado a Oeste depois do ocaso do Sol, diz-se que a sua elongação é Este e o seu valor máximo pode atingir 18 º para o Mercúrio e 47 º para Vénus. No caso do planeta interior ser observado a Este antes do nascer do Sol, diz-se que possui uma elongação Oeste e, neste caso, o seu valor máximo será de 28 º para Mercúrio e 48 º para Vénus. A elongação também pode ser definida no campo da física como o valor momentâneo de um processo oscilatório que varia com o tempo e cujo valor máximo é igual à amplitude deste.
Por exemplo, num sistema elástico, a elongação de uma mola encontra-se relacionada com a intensidade da força que lhe causa essa elongação (força tensora), provocando um aumento do comprimento segundo a direção em que atua essa força.

Como referenciar: elongação (física) in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-12-12 08:58:50]. Disponível na Internet: