Elton John

Compositor, pianista e vocalista, Elton John nasceu em 1947, em Pinner, na Inglaterra, com o nome de Reginald Kenneth Dwight.
Começou a ter lições de piano muito cedo. Depois de deixar a escola, em 1964, combinava o dia de trabalho com atuações noturnas, tocando piano num pub. Trabalhando com o letrista Bernie Taupin, Elton John lançou o primeiro single, "Lady Samantha", em 1969. No ano seguinte saiu o álbum Elton John, que incluía "Your Song". Graças a esse single, o cantor conseguiu atingir um nível de popularidade bastante considerável, que lhe permitiu partir em digressão pelos EUA ainda nesse ano.
O álbum seguinte, Tumbleweed Connection (1971), foi outro sucesso imediato, atingindo o Top 10. A dupla Elton John/Taupin lançou alguns discos nesse período, culminando na edição de Honky Chateau (1972), o primeiro número um de Elton John, que incluía o grande êxito "Rocket Man". Até 1976, o cantor gravaria 16 temas que figurariam no Top 20 americano, ao ritmo recorde de quase três albuns por ano. Nesta fase, temas como "The Bitch Is Back," "Saturday Night's Alright for Fighting," "Bernie and the Jets," "Yellow Brick Road," "Don't Let the Sun Go Down on Me," "Someone Saved My Life Tonight" e "Crocodile Rock" tornaram-se clássicos da pop, fazendo de Elton John uma figura de topo da cena músical da época, batendo recordes de vendas e de espetáculos ao vivo.
No seguimento da fama mundial que rapidamente atingiu, apareceu na capa da revista Time, atuou para mais de 100 000 pessoas em Los Angeles, fez um famoso dueto com John Lennon em Nova Iorque, naquela que seria a última aparição ao vivo do ex-Beatles, intrepretando "Lucy in the Sky with Diamonds" e apareceu no filme Tommy, fazendo de "Pinball Wizard" - com Roger Daltrey, dos The Who, Eric Clapton e Tina Turner.
A excentricidade dos espetáculos de Elton John tornou-se conhecida, quer pela energia que o músico colocava em palco, quer pela forma ousada como trajava, de vestes multicoloridas, óculos e sapatos berrantes e cabelo colorido. O álbum Captain Fantastic (1975) foi o primeiro disco de sempre a entrar diretamente para o primeiro lugar das tabelas de vendas. Em 1977, o cantor manifestou a sua intenção de não voltar a atuar ao vivo, graças ao cansaço, e anunciou a sua vontade de reduzir a criação de novas músicas e as edições discográficas. Em 1979, depois de romper a colaboração com Taupin, recorrendo a outros compositores, Elton John regressou aos espetáculos ao vivo, numa extensa digressão que passou pela Rússia. Elton John tornou-se assim o primeiro artista ocidental a atuar na então União Soviética comunista. Esta digressão viria a servir de mote para a composição do single "Nikita", um grande sucesso de 1985.
No ano seguinte, Taupin voltou a colaborar com John e chegou às lojas 21 at 33, com o êxito "Little Jeannie". Seguiu-se a troca de editora, da MCA para a Geffen. O cantor continuou a editar discos de sucesso, sendo de destacar as canções, "I Guess That's Why They Call it the Blues"(1983) e "Sad Songs (Say So Much)"(1984), manifestando uma tendência do cantor para assumir uma sonoridade mais calma e melancólica.
As preocupações sociais levaram Elton a criar uma fundação de apoio a vítimas de SIDA, em 1991.
Em 1992, gravou o multi-platinado The One. Dois anos mais tarde, regressou aos grandes êxitos, com "Can You Feel the Love Tonight", para a banda sonora de o Rei Leão, conseguindo cinco nomeações para os Grammy e três para os Óscares. Ainda nesse ano, o seu nome foi incluído na Rock and Roll Hall of Fame.
Em 1997, lançou The Big Picture. Nesse ano, cativou a atenção do mundo quando cantou uma versão alterada da canção "Candle In The Wind", por ocasião das cerimónias fúnebres da princesa Diana de Inglaterra. O single tornou-se o mais vendido da história da música, na época, ultrapassando o clássico "White Christmas" de Bing Crosby.
No ano 2000, Elton John gravou ao vivo o disco At Last - One Night Only, registo discográfico de um concerto duplo no Madison Square Garden. No ano seguinte, voltou aos álbuns de estúdio com Songs From the West Coast. Em 2002, chegou às lojas a compilação Greatest Hits 1970-2002, reunindo os maiores êxitos de um dos grandes ícones da música pop mundial, e, em 2004, o álbum Peachtree Road.
A 21 de dezembro de 2005, o cantor protagonizou um dos cerca de 700 casamentos que se celebraram em Inglaterra e no País de Gales, numa cerimónia que inaugurou a legalização das uniões homossexuais na Inglaterra. Elton John casou-se, em Windsor, com o seu companheiro de vários anos, David Furnish.
Como referenciar: Porto Editora – Elton John na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-06-22 18:02:04]. Disponível em