energia dissipada

Nas transferências de energia entre dois sistemas, há sempre ou quase sempre "perdas" de energia, embora estas sejam, por vezes, tão pequenas que são desprezadas.
Efetivamente, e de um modo geral, nem toda a energia transferida é utilizada. A energia que não é aproveitada diz-se que é dissipada, não podendo, por este motivo, ser mais utilizada.
Ao longo dos anos tem-se verificado uma contínua degradação da energia, ou seja, um aumento da quantidade de energia dissipada, embora, cada vez mais, se procurem formas de minimizar essas perdas.
Contudo, a energia nunca desaparece, seja qual for a transformação que ocorra. A energia não é destruída nem criada pelos sistemas, apenas se transforma e/ou transfere entre sistemas.
Como referenciar: energia dissipada in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-21 14:58:29]. Disponível na Internet: