Enver Hoxha

Enver Hoxha (1908-1985) foi o primeiro secretário do partido mais influente da Albânia, o Partido dos Trabalhadores Albaneses depois partido único. Nos anos trinta (1934-1936) foi afastado da carreira diplomática, ao ser acusado de emitir críticas demolidoras ao Governo albanês. Hoxha volta a Korçe, onde estudara, e dedica-se a ensinar a língua francesa que aprendera no tempo que passara em Montpellier, nos seus tempos de estudante. Em 1939, quando a Itália invadiu o seu país, organizou um movimento de resistência que deu origem ao Partido Comunista Albanês. Com a saída da potência estrangeira em 1944, tomou a direção do governo provisório, ocupando este lugar até 1954, mantendo igualmente o cargo de ministro dos Negócios Estrangeiros de 1946 a 1953.
Depois de suprimir todo o tipo de oposição, tentou implementar um programa político de industrialização do país, e tentou pôr em prática um pacote de reformas agrárias e sociais. A Albânia durante a sua governação foi primeiro aliada da União Soviética, devido à sua proximidade ideológica com o estalinismo, mas com o afastamento da Rússia relativamente a esta ideologia na década de sessenta, virou-se para a China até 1978, quando esta se reaproximou dos EUA.
Em 1974, derrubou uma tentativa de golpe de Estado, só deixando o poder quando morreu, em 1985.
Como referenciar: Porto Editora – Enver Hoxha na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2022-01-28 08:11:08]. Disponível em