epiceno

Termo atribuído à categoria gramatical do substantivo que designa entidades que possuem distinção referencial de sexo, masculino e feminino, mas que morfologicamente são traduzidas apenas por um único género. Ou seja, são epicenos os nomes <o crocodilo>, <o golfinho>, <a baleia>, porque referem-se a seres vivos que na natureza possuem distinção de sexo, mas que não apresentam distinção a nível da flexão da palavra. Essa distinção faz-se assim através dos lexemas <macho> e <fêmea> que se acrescentam ao epiceno, formando as expressões <crocodilo macho> e <crocodilo fêmea>. O género, enquanto categoria morfológica, é assim único, respetivamente masculino, nos nomes <o crocodilo>, <o golfinho>, <o salmão> e feminino, nos nomes <a baleia>, <a borboleta>, <a serpente>.
Alguns autores designam por sobrecomuns (embora outros mantenham a designação de epicenos também para estes casos) as palavras que referem seres humanos com um género único mas com distinção de sexo, como <o cônjuge>, <a pessoa>, <a criança>, <o indivíduo>, etc.
Como referenciar: epiceno in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-11-18 03:28:57]. Disponível na Internet: