Eras Geológicas

A formação da crosta terrestre ocorreu há mais de 3 mil milhões de anos. Por esta altura (Pré-Câmbrico), nas águas quentes dos oceanos surgiram as primeiras formas de vida, que se resumiam a pequenas bactérias e algas, que na Era Primária (570-500 milhões de anos) evoluíram para formas de vida mais complexas com o aparecimento dos invertebrados (peixes, anfíbios e répteis); estes foram acompanhados por florestas povoadas por coníferas gigantes.
Na Era Secundária (200-135 milhões de anos) iniciou-se a separação dos continentes, que coexistiram com a existência de várias ilhas de terra seca separadas pelos mares. Nesta fase da evolução terrestre, o clima era desértico, o que provocou a diminuição das florestas. Apareceram então os primeiros mamíferos (aves, insetos e répteis).
Na Era Terciária (60-40 milhões de anos) ocorreu uma radical transformação do relevo terrestre. Verificou-se uma intensa atividade vulcânica e apareceram elevadas montanhas como os Himalaias, os Alpes, as Rochosas e os Andes, enquanto os continentes adquiriam contornos bastante próximos dos atuais. O tempo dos dinossáurios chegara ao fim, os répteis gigantes desapareceram, dando lugar a mamíferos mais desenvolvidos e aos primeiros primatas.
No Quaternário (3-2, 5 milhões de anos), uma era de profundas alterações climatéricas, fixou-se o relevo atual do planeta e surgiram os Hominídeos.
Como referenciar: Eras Geológicas in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-17 09:40:52]. Disponível na Internet: