Esboços de Apreciações Literárias

Volume onde Camilo Castelo Branco recolhe "alguns esboços de apreciações que indevidamente nomearíamos críticas", muitos deles artigos publicados na imprensa ou prefácios apostos a obras literárias, produzidos entre 1850 e 1865. Preconizando uma crítica impressionista, que não se sobreponha à obra literária mas a convoque aos olhos do leitor ("Gostamos muito de ler a crítica, se ela é desenfeitada opinião do seu autor. Tal livro tem relevante merecimento? Tal página é bela e arrebatadora? Tal ideia é grave e rica de alta filosofia? Transcrevam-na, deixem-nos a nós julgá-la, e guardem lá o que é seu para os livros e para a crítica dos outros. Não nos velem a mediocridade com as suas farfalhudas literaturas, e deixem-nos ver as excelências da obra, desempeçada dos seus encómios, menos persuasivos que elas."), Camilo percorre os vários géneros literários, do drama ("Ernesto Biester") ao romance ("O Cético por D. João de Azevedo"), passando, inevitavelmente, pela poesia ("Francisco Martins Gouveia Morais Sarmento", "Ramos Coelho (Prelúdios poéticos)", "Joaquim Pinto Ribeiro Júnior", "Faustino Xavier de Novais", "Raimundo de Bulhão Pato", "Teófilo Braga").
Como referenciar: Esboços de Apreciações Literárias in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-10-25 17:43:53]. Disponível na Internet: