Esposende

Aspetos Geográficos
O concelho de Esposende, do distrito de Braga, localiza-se na Região Norte (NUTII), no Cávado (NUTIII). Situa-se na foz do Rio Cávado, a oeste de Braga e a norte da Póvoa de Varzim e a sul de Viana do Castelo. É limitado pelos seguintes concelhos: a norte pelo de Viana do Castelo (distrito de Viana do Castelo), a este pelo de Barcelos, e a sul pelo da Póvoa de Varzim. É o único concelho do distrito banhado pelo oceano atlântico o que lhe confere uma fisionomia particularmente diferente dos demais concelhos.
O concelho, com um área de 95,4 km2, compreende 15 freguesias: Antas, Apúlia, Belinho, Curvos, Esposende, Fão, Fonte Boa, Forjães, Gandra, Gemeses, Mar, Marinhas, Palmeira de Faro, Rio Tinto e Vila Chã.
Em 2005, o concelho apresentava 34 271 habitantes.
O natural ou habitante de Esposende denomina-se esposendense.
A morfologia do concelho apresenta três áreas distintas - a faixa litoral, seguida de uma área planáltica e os vales dos rios Neiva e Cávado. São abundantes os pequenos cursos de água que contribuem para a fertilidade dos solos.
História e Monumentos
Do património arquitetónico do concelho fazem parte a Igreja Matriz, do século XVI, a Igreja da Misericórdia, a Capela dos Mareantes, a Capela da Senhora da Bonança, o Santuário do Bom Jesus de Fão, a Capela de Nossa Senhora da Graça, a Capela de São Roque, a Igreja Paroquial de Curvos, os Paços do Concelho, o Castelo de São João Batista/Forte de Esposende, a ponte metálica de Fão sobre o rio Cávado e o pelourinho de Esposende.
Tradições, Lendas e Curiosidades
Em Esposende realiza-se uma feira quinzenal à segunda-feira. As principais romarias são o São João, a 24 de junho e a Nossa Senhora da Saúde a 15 de agosto.
O feriado municipal tem lugar a 19 de agosto.
As cadeiras e tapetes de "palha da lagoa", as cestas e tapetes de junco, as redes de pesca, a louça pintada à mão, a tapeçaria, os redenhos, as mantas de retalhos e os trabalhos em linho constituem os principais produtos do artesanato do concelho.
Economia
A atividade económica de Esposende apresenta-se bastante diversificada. Apesar da grande importância do setor primário, principalmente da agricultura, da agropecuária e em parte da pesca, observa-se uma dinâmica importante nos setores secundário e terciário. A indústria têxtil, a transformação de granitos e de madeiras, a metalomecânica e a construção civil, juntamente com o comércio e os serviços, constituem elementos fundamentais para o desenvolvimento económico do concelho. O turismo, assente nas características naturais, nomeadamente na sua orla marítima, é uma das fortes apostas de Esposende.
Como referenciar: Esposende in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-12-01 15:57:58]. Disponível na Internet: