Artigos de apoio

Esta Cidade!
Este volume, em que a autora se liberta do pseudónimo e assume pela primeira vez o seu nome próprio, colige uma série de textos anteriores a 1942, fundados em notações da autora/narradora sobre a cidade, sobre pessoas humildes, sobre pequenos nadas do quotidiano. Como a autora explica no prefácio ao volume, os limites entre ficção e realidade são neste volume ambíguos: "recolho neste volume umas tantas observações sobre casos que conheci, que me pus a desfiar e a reconsiderar tranquilamente. Tirei deles novelas? Creio que não. Fiz deles histórias pitorescas ou até morais? Também não o creio. Pu-los simplesmente em letra redonda, contei-os." Reconhecendo faltar nestes textos a "imaginação", a "ficção", a "composição" e o "ilusionismo" com que se constroem a novela ou o romance, considera-os um exercício de análise de "casos" e "criaturas". Este volume de crónicas não deixa, no entanto, de estabelecer um elo com o intimismo que caracterizara os volumes precedentes de Irene Lisboa, já que, como afirma Paula Morão, também aqui "o sujeito aprende sobre si mesmo a partir da observação do mundo, alternando movimentos que o dobram sobre si com outros que, no exterior, lhe fornecem materiais de contraste. [...] As "vidas que me cercam", deste modo, têm um efeito de espelho amplificador da vida da narradora, assim posta na posição axial de quem faz parte de um tempo e de uma cidade". (cf. MORÃO, Paula - prefácio a Obras Completas de Irene Lisboa. Esta Cidade!, vol. V, Lisboa, Presença, 1995, pp. 10-11.)
Como referenciar: Esta Cidade! in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-07-28 03:56:15]. Disponível na Internet: