Estêvão IX

Papa italiano, conhecido como Frederico da Lorena, pertencia ao grupo de reformadores criado por Leão IX e obteve os títulos de abade de Montecassino e cardeal de São Cristógono (vd. Vítor II). Foi eleito pelos cardeais romanos, quebrando-se a linha de nomeações imperiais. Foi papa de 2 de agosto de 1057 a 29 de março de 1058.
Estêvão, na prossecução da reforma tornou Pedro Damião cardeal e bispo de Óstia, o mesmo é dizer um dos clérigos mais importantes da Cristandade. De igual forma, e para manter a independência da Igreja, aceitou os escritos de Humberto de Silva Cândida, Adversus simoniacos, onde se estabelecia que a simonia era toda e qualquer intervenção de laicos em nomeações eclesiásticas.
Este papa morreu em Florença, com a recomendações de que nenhuma eleição fosse levada a cabo sem a presença do diácono Hildebrando.
Como referenciar: Estêvão IX in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-23 21:21:35]. Disponível na Internet: