Eugène Ionesco

Dramaturgo francês, de origem romena, nascido em 1912 e falecido em 1994, parodiou o absurdo da existência em La Cantatrice chauve (A Cantora Careca, 1950), La Leçon (A Aula, 1951) e Les Chaises (As Cadeiras, 1952). A morte é o tema de Rhinocéros (Rinoceronte, 1959) e Le roi se meurt (O Rei está a morrer, 1962), enquanto a política é o alvo de Jeux de massacre (1970) e Macbeth (1972). Publicou ainda Journal en miettes (1967-68) e vários ensaios sobre teatro coligidos em Notes et Contre-notes (1962).
Como referenciar: Eugène Ionesco in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-05-19 11:18:11]. Disponível na Internet: