F/64

O grupo F/64 foi organizado em agosto de 1932 por vários fotógrafos, entre os quais Ansel Adams, Edward Weston, Willard Van Dyke e Imogen Cunningham. Tinha como objetivo alcançar aquilo que entendiam ser a "fotografia pura" - um tipo de fotografia sem artifícios técnicos, composição ou ideia derivada de qualquer outra forma de arte, contrapondo-se assim à produção do pictorialismo, que se submetia a princípios artísticos diretamente ligados à pintura e às artes gráficas.
Os fotógrafos puristas do F/64 colocaram a ênfase na procura de imagens nítidas, com máxima profundidade de campo, utilizando papel de impressão acetinado e brilhante para realçar as qualidades únicas do processo fotográfico.
Foi um dos primeiros movimentos de vanguarda com ideias futuristas, com novas tendências que fugiam ao classicismo do pictorialismo. O significado do nome revela bem os propósitos do grupo, uma vez que F/64 era a mais pequena abertura do diafragma das lentes das câmaras de grande formato e da sua utilização resultava uma maior profundidade de campo e, consequentemente, uma maior definição da imagem. O grupo expôs em conjunto uma única vez, em 1932, no Young Memorial Museum, em S. Francisco, nos Estados Unidos da América, e separou-se pouco tempo depois da sua formação, em 1935.
A proclamação deste grupo é de interesse histórico, principalmente no meio da controvérsia sobre a adição de técnicas não fotográficas à fotografia tradicional:
"- O nome do grupo deriva do número do diafragma das lentes fotográficas. Significa que se estendem ao máximo as qualidades de clarividência e definição da imagem fotográfica, que é um elemento importante no trabalho dos membros deste grupo.
- O objetivo principal do grupo é apresentar, em mostras frequentes, o que é considerado o melhor da fotografia contemporânea do Ocidente; além da mostra do trabalho dos membros do grupo, incluirá impressões de outros fotógrafos que evidenciem no seu trabalho tendências similares às do grupo.
- O Grupo F/64 não pretende dominar toda a fotografia ou indicar, através da sua seleção de membros, nenhuma opinião depreciativa de fotógrafos que não estão incluídos na mostra. Existem muitos trabalhadores da fotografia cujo estilo e técnica não estão relacionados com o domínio do grupo.
- O Grupo F/64 limita os seus membros, nomes individuais ou aqueles que lutam para definir a fotografia como uma forma de arte, a uma representação simples e direta através de métodos fotográficos. O Grupo não mostrará nenhum trabalho, em qualquer momento, que não esteja conforme o padrão da "fotografia pura". Os membros do Grupo F/64 acreditam que a fotografia enquanto forma de arte deve desenvolver-se ao longo das linhas definidas pela atualidade e limitações do meio fotográfico e deve manter-se sempre independente das convenções ideológicas da arte e da estética, que são reflexo de um dado período e cultura anteriores ao crescimento técnico da fotografia.
- O Grupo apreciará informação respeitante a qualquer trabalhador sério na área da fotografia que tenha escapado à sua atenção e, por último, é favorável à criação de um fórum de fotografia moderna."
Como referenciar: F/64 in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-26 10:36:58]. Disponível na Internet: