Fafnir

Na Saga dos Völsungar da mitologia nórdica era filho de Hreidmar. Era também irmão de Regin, o anão ferreiro, e de Ottar. Depois dos deuses matarem acidentalmente Ottar foram forçados a oferecer uma compensação a Hreidmar. Essa compensação foi o ouro do anão Andvari. Andvari, furioso ao ver-se forçado a ceder a sua riqueza, lançou uma maldição sobre ela.
Cobiçosos, Fafnir e Regin mataram o pai. Mas Fafnir ficou com o ouro todo só para si e transformou-se num dragão com um capacete de terror para o proteger melhor. Muitos cavaleiros tentaram arrebatar o ouro ao dragão, mas foram sempre mal sucedidos. Só quando Regin, vingativo, convenceu o seu protegido Sigurd a matar o dragão e a trazer-lhe o coração dele para assar ele foi morto.
Sigurd mata então o dragão mas antes este prediz-lhe grandes desgraças por se ter apoderado do ouro. Esta predição tornou-se verdade, como se pode verificar pela história de Sigurd. Quando Sigurd estendeu o coração do dragão a Regin queimou o polegar e chupou o sangue. Começou assim a entender a linguagem dos pássaros, apercebendo-se de que Regin tencionava matá-lo.
Sigurd guardou do ouro só o anel Andvaranaut, depois de matar Regin.
Este anel era causador de grandes infortúnios a quem o usasse e tornou real a predição de Fafnir.
Como referenciar: Fafnir in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-02-22 09:27:10]. Disponível na Internet: