Fernanda Lapa

Atriz e encenadora portuguesa nascida a 11 de maio de 1943 em Lisboa, morreu a 6 de agosto de 2020, em Cascais.

Desde muito cedo, Fernanda Lapa demonstrou aptidões para seguir uma carreira artística. Tal como a sua irmã, São José Lapa, optou pelo teatro, iniciando-se no Teatro dos Alunos Universitários de Lisboa, em 1962.

Gradualmente, tornou-se uma das encenadoras mais conceituadas do país, somando êxitos de crítica como Deseja-se Mulher (1981), A Morte da Senhora Luciana (1985), As Bacantes, de Eurípedes (1999), Novas Anatomias, de Timberlake Wertenbaker (2002) e A Mais Velha Profissão, de Paula Vogel (2005), que ganhou o Globo de Ouro para Melhor Produção.

Foram escassas as suas presenças no cinema: A Recompensa (1979) e Solo de Violino (1990) de Solveig Nordlund, onde deu corpo a uma dama da alta sociedade que se envolve afetivamente com o seu motorista.

Marcou presença frequente na televisão, em séries como Retalhos da Vida de um Médico (1980), Ballet Rose (1998), Esquadra de Polícia (1999), A Raia dos Medos (2000) e O Processo dos Távoras (2002), bem como em telenovelas como Lusitana Paixão (2002) e O Teu Olhar (2003).

 

Como referenciar: Fernanda Lapa in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-11-25 11:37:26]. Disponível na Internet: