Artigos de apoio

Fernando José Pinto Monteiro
Juiz português, Fernando José Matos Pinto Monteiro, nascido em Porto de Ovelha, em Almeida, chegou a Procurador-Geral da República em 2006.
Na sua juventude, estudou no Sabugal e na Guarda e, mais tarde, fez a licenciatura na Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.
Em 1966, iniciou a carreira como procurador do Ministério Público, função que desempenhou sucessivamente em Idanha-a-Nova, Anadia, Porto e Lisboa.
Posteriormente, foi juiz de Direito em Ponta do Sol (na Madeira), Alcácer do Sal, Grândola, Loures, Torres Vedras e Lisboa. Evoluiu depois para magistrado judicial e foi com este estatuto que chegou à Relação de Lisboa e, posteriormente, em setembro de 1998, ao Supremo Tribunal de Justiça.
Com 64 anos, foi nomeado Procurador-Geral da República, pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, cargo para o qual foi proposto pelo governo liderado pelo socialista José Sócrates. Fernando José Pinto Monteiro tomou posse a 9 de outubro de 2006 e substituiu no cargo José Souto Moura.
Na altura em que foi nomeado Procurador-Geral da República, era professor convidado da Universidade Autónoma.
Paralelamente à carreira de juiz, em finais da década de 80 foi secretário-geral da Associação Sindical dos Juízes Portugueses, onde lutou pela consolidação do movimento associativo da classe.
Foi igualmente alto comissário-adjunto na Alta Autoridade Contra a Corrupção e membro da Comissão de Gestão e do Conselho Pedagógico do Centro de Estudos Judiciários, onde também deu aulas. Passou ainda pela Federação Portuguesa de Futebol, onde presidiu à Comissão de Justiça.
Como referenciar: Fernando José Pinto Monteiro in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-12-14 06:38:10]. Disponível na Internet: