Festival Eurovisão da Canção

O "Festival Eurovisão da Canção" foi criado em 1956 pela Eurovisão, união europeia de estações de televisão, e nele participam concorrentes de quase toda a Europa. Portugal participou pela primeira vez em 1964, quando António Calvário interpretou "Oração" na Dinamarca, que não conquistou nenhum ponto.

Cada país só pode enviar um participante e aquele que ganhar tem direito a organizar o festival do ano seguinte. Por norma, os concorrentes de cada país são os vencedores de festivais internos. Vence o cantor que tiver mais pontos, que são atribuídos por um júri composto por representantes de todas as nações em concurso. Cada país dá a sua votação e só não pode atribuir pontos ao próprio concorrente. O evento teve origem no Festival de San Remo, do qual se autonomizou.
A primeira edição teve lugar na Suíça e nela participaram sete concorrentes, naquela que foi considerada pela organização como uma maneira de unir as nações europeias após a Segunda Guerra Mundial. Mais objetivamente, a meta do festival é estimular o lançamento de novas canções de qualidade no seio da música popular através da competição a nível internacional entre autores e compositores.

A partir de 1976, os concorrentes foram obrigados a cantar na sua língua mãe depois do grupo sueco Abba ter ganho o festival com o tema "Waterloo" cantado em inglês. A Bélgica pode participar com canções cantadas em três línguas e a Suíça em quatro, já que são estas as faladas nesse países, respetivamente. No entanto, um cantor de determinada nacionalidade pode representar outro país, como aconteceu com a grega Nana Mouskouri, que representou o Luxemburgo.

Em 1986, a organização decidiu impor como idade mínima para os participantes os 16 anos.

O primeiro vencedor do Festival, em 1956, foi o suíço Lys Assia, com o tema "Refrain", mas pelo evento já passaram desde então muitos nomes consagrados, como Dominico Modugno, Nana Mouskouri, Françoise Hardy, Cliff Richard, Julio Iglesias, Celine Dion e Abba.

A primeira vez que um país de fora da Europa venceu o festival aconteceu em 1978, graças ao cantor israelita Yizhar Cohen, com o tema "A-ba ni-bi". Israel pôde participar no evento porque pertence à Eurovisão apesar de geograficamente não estar incluído na Europa.

O irlandês Johnny Logan, com vitórias em 1980 e 1987, foi o único a triunfar por duas vezes.

Artistas portugueses famosos participaram deste evento como Simone de Oliveira, Paulo de Carvalho, Carlos do Carmo, Carlos Mendes e José Cid.  Durante anos, Portugal acumulou presenças pouco pontuadas e por duas vezes não teve direito a participar, por a média de pontos acumulada em edições anteriores ser insuficiente.

Em 2017, porém, Salvador Sobral conseguiu a mais alta pontuação de sempre num Festival da Eurovisão, com o tema "Amar pelos dois", obtendo uma vitória até então inédita para o país.
Como referenciar: Festival Eurovisão da Canção in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-08-21 17:02:23]. Disponível na Internet: