Filipe da Macedónia

Rei macedónico nascido em 382 a. C. e falecido em 336 a. C., pai de Alexandre Magno. Após a sua subida ao trono, em 359 a. C., conseguiu transformar a Macedónia numa poderosa confederação, uma autocracia que lhe valeu o título de Chefe dos Gregos.
Restabeleceu a ordem económica e militar, equilibrou o tesouro, assegurou a posse do litoral, promoveu o comércio e a urbanização, fomentou a economia, e impôs a supremacia macedónica às restantes cidades gregas. Em 337 a. C. reuniu, em Corinto, um congresso pan-helénico que decidiu a realização de uma expedição de represália contra a Pérsia.
No entanto, no ano seguinte, morreria assassinado, provavelmente a mando de Olimpíade, a mulher de quem se havia separado recentemente.
Como referenciar: Porto Editora – Filipe da Macedónia na Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora. [consult. 2021-07-31 04:29:08]. Disponível em