Artigos de apoio

flutuação

Em física, a flutuação consiste no estado de equilíbrio no qual um corpo se encontra em repouso ou está suspenso na superfície de um fluido (líquido ou gás). De acordo com o princípio de Arquimedes, um corpo completa ou parcialmente imerso num fluido fica sujeito a um força para cima, a impulsão, de intensidade igual à do peso do fluido que ele deslocou.
As flutuações aparecem, por exemplo, devido ao movimento térmico das moléculas diretamente observável no movimento browniano (movimento aleatório das partículas microscópicas em gases ou líquidos causado pelo choque irregular das moléculas do meio circundante).
Se a densidade de um corpo é superior à do fluido, então o seu peso será maior que a força de impulsão (para cima) e o corpo afundar-se-á. Se, pelo contrário, a densidade do corpo for menor que a do fluido, a impulsão será maior e o corpo será empurrado para cima em direção à superfície. À medida que o corpo fica acima da superfície, a quantidade de fluido que ele desloca decresce. Eventualmente, a impulsão que atua na parte submersa do corpo torna-se igual ao peso do corpo nalgum grau de submersão e, atingindo o equilíbrio, o corpo flutuará.
Exemplos práticos de flutuação são o caso dos navios e a subida de um balão no ar. Em ambas as situações estes recebem uma impulsão suficiente para poderem flutuar.

Como referenciar: flutuação in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-08-15 19:24:57]. Disponível na Internet: