Fontismo

Nome dado à política de fomento das vias de comunicação e transportes que teve início em 1851, promovida por António Maria de Fontes Pereira de Melo, durante o governo de vários ministérios: 1851-52 ministro da Fazenda; 1852-56 ministro das Obras Públicas, Comércio e Indústria; 1871-77, 1878-79, 1881-86 presidente do Conselho.
Esta política encontra-se inserida numa nova ordem económica de carácter fortemente burguês, cujos antecedentes devem procurar-se nos inícios de Oitocentos com a extinção de um regime agrário obsoleto, com a promoção de novas leis agrárias que vieram substituir os direitos e tradições feudais, com a extinção das ordens religiosas, com a nacionalização dos bens, com a venda dos bens da Coroa, com a extinção total dos vínculos e com a tentativa de desenvolvimento da indústria mediante a aplicação de medidas protecionistas e do incremento da exploração capitalista das unidades de produção, possibilitando a lenta mas inexorável caminhada para o desenvolvimento. O desenvolvimento dos transportes e das comunicações era entendido como sendo a base fundamental da economia, através da criação de infraestruturas de apoio à agricultura, à indústria e ao comércio. Sem estas infraestruturas, o esforço agrícola e industrial resultaria num fracasso.
Assim, encetou-se a construção de estradas, seguida de um programa de construção de vias-férreas. Em 1856 circulava o primeiro comboio entre Lisboa e o Carregado. A partir daqui e até 1914 a extensão de via-férrea não mais parou. Dedicou-se especial atenção à construção de pontes que proporcionavam ligações mais rápidas e eficazes, como foi o caso da construção da ponte ferroviária sobre o rio Douro, que completava assim a ligação entre Lisboa e Porto. Pouco a pouco as obras viárias espalharam-se um pouco por todo o país, assegurando a política de desenvolvimento.
Em Portugal descobriram-se outras formas de comunicar: o telégrafo (1857) e o telefone (década de 80), que possibilitaram ligações a longa distância e de grande rapidez e completavam a tarefa de desenvolvimento levada a cabo pelo programa do Governo Regenerador.
Como referenciar: Fontismo in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-11-18 17:14:25]. Disponível na Internet: