força

Uma força é uma ação física de carácter vetorial responsável pelas mudanças do estado de movimento dos corpos.
Como exemplo de forças salientam-se, entre muitas outras: força de impulsão, força central, força centrífuga, força centrípeta, força conservativa, força de Coriolis, força de inércia e força de atrito.
Aristóteles foi o primeiro a utilizar este termo, embora na sua opinião as forças não provocassem o movimento, pois considerava que os corpos tendiam para o repouso. Isaac Newton deu, no século XVII, uma explicação teórica do movimento. Segundo a sua teoria, os corpos em movimento tendem a permanecer nesse estado, sendo este alterado pela ação de forças. Newton postulou nas suas leis que as forças são proporcionais às acelerações, com uma constante de proporcionalidade que é a massa (Lei de Newton).
Na física moderna, as leis de Newton mantêm-se perfeitamente válidas para o estudo dos movimentos dos corpos macroscópicos, pelo que o conceito de força é um dos conceitos fundamentais sobre os quais repousa a Física atual.
As forças são grandezas vetoriais, isto é, além de possuírem um dado valor numérico (intensidade), têm também uma direção, um sentido e um ponto de aplicação, pelo que se várias forças atuam simultaneamente sobre um corpo é necessário aplicar as regras da soma de vetores para determinar a resultante total que atua no sistema. Se esta resultante for nula, diz-se que as forças estão equilibradas e, em consequência, o corpo permanecerá em repouso ou manterá o seu anterior estado de movimento. Se a resultante for não nula, o movimento do corpo ver-se-á acelerado na mesma direção e sentido da força resultante.
Se os corpos não puderem ser considerados pontuais, quando a força resultante não se aplicar no centro de massa do corpo, dará também lugar ao aparecimento de um movimento de rotação.
A medição das forças realiza-se por medição das deformações que produzem num corpo elástico ou por medição direta das acelerações que provocam num corpo. Este último método terá sempre uma probabilidade de erro maior devido aos atritos que travam os corpos e que estão sempre presentes em todas as experiências.
As unidades em que classicamente se medem as forças são: no sistema internacional (SI), o newton (N); no sistema CGS o dyne (dyn) = 10-5 N; e no terrestre o kilopôndio (Kp) = 9,80655 N.
Como referenciar: força in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-10-23 22:47:30]. Disponível na Internet: