Ford

A empresa norte-americana construtora de automóveis Ford foi fundada a 16 de junho de 1903 por Henry Ford e mais onze sócios.
Os primeiros modelos da marca eram nomeados segundo o alfabeto e foram utilizadas as 19 letras iniciais.
A Ford foi, em 1913, a primeira fabricante de automóveis do mundo a recorrer à produção em série, uma inovação que posteriormente foi adotada por todas as construtoras. A Ford instalou uma linha de montagem em série na fábrica de Highland Park, no estado do Michigan, o que permitiu aos operários permanecerem sempre no mesmo local de trabalho e desempenhar a mesma tarefa. Desta forma, a Ford conseguiu melhorar os níveis de produção e tornar as viaturas mais baratas. A Inglaterra foi o primeiro país europeu a adotar este conceito, numa fábrica da Ford em Manchester. Em 1908 tinha sido lançado o famoso Ford T que viria a ser o primeiro automóvel a ser produzido em massa. Até 1927 foram vendidos 15 milhões de Ford T.
A Ford tornou-se então num dos maiores construtores do mundo e, em 1925, comprou a empresa Lincoln, para se lançar no fabrico de carros de luxo. Na década de 30 criou a divisão Mercury, destinada a produzir automóveis de gama média.
Mas, em 1927, quando deixou de produzir o modelo T, a Ford teve de fechar a fábrica de Detroit enquanto se procedeu a um processo de adaptação para construção do novo modelo A.
Em agosto de 1931, devido à Grande Depressão iniciada dois anos antes, a Ford teve de fechar a fábrica do Modelo A e as vendas só recuperaram os níveis de 1929 dez anos mais tarde.
No entanto, a partir de 1941, ano em que os Estados Unidos da América entraram na Segunda Guerra Mundial, a Ford passou a construir aviões de combate.
Em 1959, foi lançado na Europa o Ford Anglia, um pequeno carro com um motor de 1100cc, que se tornou num grande sucesso de vendas. Seguiu-se o Ford Cortina, em 1962, e o Escort, em 1968. Este último foi o primeiro carro da marca a ser construído simultaneamente na Alemanha e em Inglaterra, já que até então cada país produzia os seus próprios modelos. Refira-se que carros Ford na Europa sempre tiveram versões diferentes dos vendidos nos Estados Unidos da América.
Em 1967, a Ford estabeleceu-se também na Europa e, dois anos depois, surgiu o Capri, um carro de aspeto desportivo que cativou uma enorme clientela. Foi produzido até 1986.
Em 1976 começou a ser produzido em Espanha o Ford Fiesta, que viria a ser um dos carros mais populares da marca. Tratava-se um pequeno automóvel que conheceu diversas remodelações e continuou a ser produzido mesmo depois do ano 2000. Pouco depois, em 1982, surgiu o modelo Sierra, uma viatura de gama alta que contra a corrente da época mantinha a opção pela tração traseira. Mesmo assim, foi outro modelo bem sucedido.
O Fiesta, o Sierra e o Escort ajudaram a Ford, na década de 80, a atravessar um dos melhores períodos do seu historial, mas no início da década de 90 a marca sofreu um declínio.
A recuperação surgiu já nos anos 90, principalmente graças ao sucesso do carro de gama média Focus, lançado em 1999 para substituir o Escort. Dois anos antes, tinha surgido o pequeno e inovador Ford Ka, que na Europa atingiu bons níveis de vendas.
O grupo Ford engloba a Lincoln, Mercury, Mazda e Volvo.
Como referenciar: Ford in Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2020. [consult. 2020-09-21 20:18:32]. Disponível na Internet: