Fórmula 3000

A Fórmula 3000, disciplina de desporto automóvel corrida em pistas próprias, é o escalão inferior à Fórmula 1, que serve de rampa de lançamento aos pilotos mais jovens que pretendem atingir o escalão máximo. Aliás, há equipas de Fórmula 1 que se envolvem neste escalão para acompanharem melhor a formação dos seus eventuais futuros pilotos. Embora não haja lugar para todos na Fórmula 1, a partir da Fórmula 3000 podem lançar carreiras noutras disciplinas da velocidade automóvel, como a Fórmula Indy, nos Estados Unidos da América, ou outros campeonatos internacionais.
Numerosos pilotos conhecidos da Fórmula 1 passaram previamente pela Fórmula 3000, como é o caso dos franceses Jean Alesi e Olivier Panis, dos brasileiros Ricardo Zonta e Roberto Moreno, dos italianos Stefano Modena, Luca Bodoer e Ivan Capelli, todos eles campeões, ou do português Pedro Lamy, que, em 1992, foi 2.º classificado no Campeonato Internacional de Fórmula 3000, depois de vencer algumas das provas. André Couto também tentou a sua sorte na Fórmula 3000, mas na época 2000 não foi além de um modesto 17.º lugar com apenas 4 pontos.
A Fórmula 3000 surgiu em 1985 e, nesse ano, o campeão foi o alemão Christian Danner. Curiosamente, de todos os campeões da Fórmula 3000, nenhum deles conseguiu repetir o mesmo feito na Fórmula 1. Em 1996, foi introduzida uma regra importante que dita que todos os carros têm de utilizar chassis (Lola) e motor iguais (Zytec), de forma a tentar equilibrar as forças. Desde 1999, todas as corridas, entre dez a doze por temporada, têm lugar na véspera de Grandes Prémios europeus de Fórmula Um, por forma a poderem receber muita atenção por parte dos meios de Comunicação Social que estão presentes nos circuitos para seguir o escalão máximo. Apenas 26 pilotos podem participar por corrida, o que leva a que muitas vez haja alguns que não passem da pré-qualificação, já que por norma há cerca de três dezenas de inscrições. O primeiro classificado na corrida recebe 10 pontos, o segundo 6, o terceiro 4, o quarto 3, o quinto 2 e o sexto 1, sendo este sistema idêntico ao da Fórmula 1. Em 2001, este campeonato, onde desde sempre participaram muitos pilotos brasileiros, incluiu no calendário uma prova no Brasil. Atualmente, o Japão e a Itália têm competições nacionais com viaturas semelhantes às utilizadas no campeonato Internacional de Fórmula 3000.
Como referenciar: Fórmula 3000 in Artigos de apoio Infopédia [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2019. [consult. 2019-09-22 22:13:18]. Disponível na Internet: